Empreendedorismo em debate: Alunos do curso médio técnico integrado em mineração realizam debate sobre a Operação Carne Fraca.

A disciplina da grade curricular técnica que ensina sobre empresas e ainda prepara para a redação do ENEM. Alunos agradecem.

Postado por Clóvis Júnior em 10 de Abril de 2017.

Ministrando a disciplina de Empreendedorismo e outras no curso, eu e meus colegas professores temos uma missão especial: Profissionalizar técnicos em mineração e formar os educandos em nível médio, por se tratar de um curso integrado. Esse programa é idealizado pelo Governo do Estado da Paraíba que a EEEFM Padre Jerônimo Lauwen executa com grande dedicação.

A metodologia que uso na disciplina de Empreendedorismo foi premiada em 2016 no prêmio mestres de educação. Leia clicando no projeto e no relatório linkados aqui. Essa metodologia tem como missão, além de preparar os alunos pro mercado de trabalho, fortalecer descritores do IDEPB e se preparar para possíveis temas da redação do ENEM no âmbito da disciplina.

O tema em questão na última quarta (05/04) foi a OPERAÇÃO CARNE FRACA. As 4 empresas fictícias criadas para simular um mercado de trabalho, tiveram que se preparar e foram sorteadas para argumentar sobre um dos seguintes temas:
- É a favor de todos os passos tomados pela polícia federal na operação e sua divulgação;
- É a favor da operação baseada na opinião pública;
- É contra os passos tomados pela polícia federal na divulgação e o exagero da mídia;
- É contra a divulgação da operação baseado em ausência de culpados e efeitos negativos na exportação.

As empresas começaram expondo o seu argumento com o uso de recursos tais como: montagem de apresentação, notícias, fotografias e vídeos. Após isso as empresas foram postas frente à frente para argumentação, com direito à réplica e tréplica. Depois de expor o seu argumento final, votamos para definir quem melhor embasou o seu tema.


Não podemos prejudicar as exportações e as pessoas que dependem delas pra viver, o Brasil é um dos países que mais exporta carne no mundo. Disse a aluna Edissa Nóbrega.

É bem provável que eu deixe de lecionar no curso por não atender a carga horária exigida no mesmo engenheiro não tem tempo nem pra dormir senhor estado da paraíba rsrs, mas com atividades como essa, pude aprender bastante e gratificar os educandos com um bom preparo.